top of page

8 Maiores Mitos Sobre a Hipnose


Hipnose
Hipnose

E que talvez vc não sabia, não é mesmo ?


A Hipnose é hoje muito mais conhecida por seus mitos e mistérios que por seus benefícios ou pelo que já se sabe atualmente na área de neurociência relacionado ao assunto. Ao longos dos últimos séculos a hipnose evoluiu muito, com diversas linhas de abordagem, como praticantes do mesmerismo, hipnose não verbal, ericksoniana, etc...


Apesar disso, dentro dessa multiplicidade de abordagens, coincidem muito mais coisas em comum do que imaginamos ou sonhamos. A verdade é que sofremos influência constante, especialmente de filmes e mídias sociais, com informações fantasiosas a respeito da Hipnose, que contribui diretamente para a construção de diversas crenças distorcidas sobre essa técnica.


Esse artigo trata-se disso, trazendo luz e orientação aonde precisa, saindo da obscuridade e fantasia, para que as pessoas, em especial àquelas que buscam hipnoterapia, se sintam confiantes, seguras e confortáveis e assim poderem transformar suas vidas através dessa ferramenta incrível.


Segue abaixo 8 daqueles que considero serem os maiores mitos sobre Hipnose:


1- A hipnose é pseudociência ?


Hoje se você fizer uma busca no Pubmed encontrará centenas de milhares de estudos relacionados à hipnose e seu emprego clínico para tratamento das mais diversas situações.


Uma meta-análise publicada em 2019, demonstrou que a hipnose foi capaz de reduzir a ansiedade mais do que 79% dos participantes quando comparado ao grupo controle. E no seguimento longitudinal a longo prazo esse percentual subiu para 84%. E mostrou ser tão efetiva quanto a terapia cognitivo comportamental, relaxamento muscular progressivo e psicoterapia psicodinâmica e provavelmente mais efetiva que o mindfulness.

( referência bibliográfica ao final da legenda )




2- Eu durmo ou fico inconsciente durante a hipnose ?


Durante o processo de hipnose a pessoa permanece totalmente consciente durante todo o tempo. Isso significa que ela irá lembrar de absolutamente tudo após.

A pessoa não dorme, pois um pré requisito básico para manutenção da hipnose é a manutenção do foco e atenção concentrada. Ou seja, precisa de uma atividade cognitiva constante e principalmente comunicação.




3- Hipnose e hipnoterapia são a mesma coisa ?


Não. A hipnoterapia utiliza a hipnose como ferramenta para levar a pessoa a um estado de maior foco da atenção, voltada para dentro, e dessa forma acessar memórias explícitas e implícitas juntamente com seus padrões de respostas emocionais, para que dessa forma seja a terapia de eventuais conflitos existentes.




4- Você fica preso num "transe" durante a hipnose ?


Mito. Ninguém fica "preso" em hipnose. Lembrar que entramos em hipnose em várias circunstâncias do dia a dia, por exemplo quando assistimos um filme e que nos envolvemos com ele. Mesmo sabendo que é uma tela de tv e que aquilo não é real, ainda assim nos emocionamos. E mesmo assim não ficamos preso a este estado.


5- Todas as pessoas são Hipnotizáveis ?


Para que uma pessoa seja hipnotizável basta ela ter um mínimo de cognição para permitir uma comunicação e manter uma atenção e concentração. E mais do que isso, precisa, querer ser hipnotizada e estar aberto a aceitar as sugestões recebidas.


6- A pessoa hipnotizada fica na "mão do hipnotista " ?


Mito. Como dito anteriormente, a pessoa permanece consciente durante todo o tempo, e com isso tem seu julgamento para aceitar ou não uma determinada sugestão. Se decidir não aceitar e quiser não mais seguir as orientações do hipnotista, o processo se encerra automaticamente.




7- A hipnose pode ser usada como uma forma de anestesia ?


Verdade. Inclusive muitos Hospitais hoje em dia, especialmente na Europa, possuem seu departamento de Hipnose. É comumente utilizada para facilitar a realização de cirurgias e pequenos procedimentos. Existem também serviços obstétricos que se utiliza bastante da hipnose para auxiliar no parto, e com resultados excelentes.




8- Hipnose de palco e Hipnoterapia são a mesma coisa ?


Mito. Uma é voltada para entretenimento e diversão de um público. Já a hipnoterapia é voltada para tratar conflitos e sintomas emocionais existentes, visando mudança de comportamento, autoconhecimento, bem estar e saúde emocional.





Ref. Bibliográfica :


1- Valentine, Keara E.; Milling, Leonard S.; Clark, Lauren J.; Moriarty, Caitlin L. (2019). THE EFFICACY OF HYPNOSIS AS A TREATMENT FOR ANXIETY: <i>A META-ANALYSIS</i>. International Journal of Clinical and Experimental Hypnosis, 67(3), 336–363. doi:10.1080/00207144.2019.1613863












324 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page